Newsletter

Pode dirigir grávida? Conheça as recomendações

Você já ouviu a frase “gravidez não é doença”, certo? E, de fato, estar esperando um bebê não impede que as atividades do dia a dia sejam feitas. A não ser, claro, que haja alguma restrição por conta de riscos de saúde. Mas e a direção, será que é possível dirigir grávida?

A seguir, você vai poder conferir quais são as recomendações dos órgãos responsáveis e como a avaliação do seu médico é importante em todos os casos. Acompanhe!

Quais são as recomendações oficiais sobre dirigir grávida?

O Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN, não têm uma regra estabelecida que limite a idade gestacional para dirigir. Não há infrações cometidas em dirigir grávida. Porém, é importante que o bom senso da gestante e as orientações médicas sejam levados em consideração.

Isso porque o risco para a grávida é maior em casos de batidas, por exemplo. Se a barriga entra em um choque muito grande com o volante, a segurança do bebê e até da mãe é colocada em risco, podendo entrar em trabalho de parto prematuramente.

No que ficar de olho ao dirigir grávida?

É claro que as mulheres têm seus compromissos e muitas dependem do carro para se locomover. Mas se você estiver grávida, o ideal é atentar-se para alguns pontos:

Exames e consultas médicas

Já na primeira consulta médica, o obstetra deve pedir alguns exames que vão atestar se a gestante tem alguma condição que pode fazer com que a gravidez seja de risco. Se nenhuma anormalidade for detectada, provavelmente o profissional vai liberar a mulher para dirigir.

Mas ao longo das consultas pré-natais, é essencial que a mulher grávida reforce com o médico se está tudo bem continuar dirigindo e até quando você pode continuar no volante.

Avalie como está se sentindo

Além da orientação médica, é importante fazer uma autoavaliação sempre antes de começar a dirigir. É comum a gestante sentir desconfortos em diferentes fases da gravidez. Inicialmente, enjôos e tonturas podem fazer parte dessas sensações. Caso você esteja com algum mal estar, evite dirigir.

Outra questão que é muito comentada pelas gestantes é o aumento da desatenção na gravidez. É normal que a gestante fique mais desatenta, por isso na hora de dirigir, é importante se concentrar na tarefa. Se for preciso, desligue o rádio para poder focar melhor.

Dicas para direção segura da gestante

Além de seguir as regras de trânsito convencionais, a gestante deve ficar atenta a alguns detalhes importantes:

Coloque o cinto de segurança da maneira correta

Nenhuma das duas faixas do cinto de segurança deve ficar posicionada por cima da barriga da gestante em nenhuma fase da gestação, A faixa superior deve passar sobre o peito e a inferior, por bairro do ventre. Assim, se houver alguma colisão, o cinto não vai apertar essa área.

Ajuste o encosto e o assento

A gestante deve ajustar o encosto e o assento do veículo de modo que fique confortável para pressionar os pedais, mas que a deixem a uma distância de cerca de 25 centímetros do volante. Essa é a distância segura para que, se o airbag estourar, proteja corretamente e com segurança quem estiver na direção.

Mantenha o celular próximo de você

Deixe um contato de emergência salvo em seu celular para facilitar a ligação se precisar. Nesse sentido, também é importante deixar o celular perto ao dirigir ou conectado ao bluetooth do carro para poder ligar facilmente caso haja necessidade.

Deixe a mala de maternidade no seu carro nas últimas semanas

No último mês de gestação, é preciso se preparar para qualquer intercorrência, inclusive um parto fora da data estimada. Por isso, arrume a mala de maternidade com 34 ou 35 semanas e deixe-a em seu carro.

Conclusão

A gestante não pode e nem deve se privar de manter sua rotina normalmente durante a gravidez, incluindo o hábito de dirigir. Com acompanhamento médico e respeitando seus limites, é possível dirigir grávida e manter suas outras atividades com saúde e segurança.

Está grávida? Então confira algumas dicas sobre o final da gestação e como lidar com essa fase!

Deixe sua dúvida que a gente te ajuda

Your email address will not be published. Required fields are marked *

×