Newsletter

Dor nas costas na gravidez e ao carregar o bebê: como evitar

A maternidade é um momento muito especial em nossas vidas, algo que nos muda para sempre. Mas, nem tudo são alegrias… Essa nova fase vem cheia de desafios e desconfortos.

Um deles é a dor nas costas na gravidez e também ao longo dos primeiros anos de vida do bebê. Nesses períodos, as dores aparecem por causa da sobrecarga na coluna, causada pelo excesso de peso e também por posições erradas na hora de carregar o bebê no colo.

Para amenizar as suas dores nas costas, tanto na gravidez quanto após, aqui vai algumas explicações do porquê acontece e dicas de ouro para sua maternidade ser mais tranquila!

Dor nas costas na gravidez

O aumento do peso e do tamanho do útero também são os principais responsáveis pela dor nas costas na gravidez. Principalmente, por volta do quinto mês de gestação.

Os músculos abdominais também perdem o tônus, o que aumenta a sobrecarga na coluna. Muitas mulheres acabam adquirindo uma lordose, condição caracterizada pela formação de um arco acentuado na parte lombar da coluna.

É muita coisa acontecendo ao mesmo tempo! Não é a toa todo o desconforto que as mães sentem nesse período. Mas calma, as dicas abaixo ajudam a aliviar essas dores.

Posturas que reforçam as dores nas costas

Alguns comportamentos e posturas podem reforçar e acentuar a dor nas costas na gravidez. Por isso, evite:

  • Levantar de maneira brusca da cama. A maneira correta é levantar “em blocos”: primeiro levantar as costas, sentar-se na cama e depois colocar os dois pés no chão, de forma calma e tranquila;
  • Carregar peso em excesso. Carregue apenas o que for necessário;
  • Ficar sentada por longos períodos;
  • Usar sapatos com salto.

Medidas que podem ajudar a aliviar as dores

Além dos hábitos que você deve evitar, algumas medidas podem ajudar e diminuir as dores nas costas durante a gestação:

  • Colocar um travesseiro entre os joelhos quando estiver em repouso;
  • Fazer exercícios de Kegel (contração do assoalho pélvico), para ajudar a fortalecer esta região;
  • Usar uma bolsa de água quente também é uma medida que pode aliviar um pouco as dores nas costas.

Dor nas costas durante os primeiros meses do bebê

Depois da gravidez, há uma série de situações que podem intensificar as dores nas costas da mãe. Uma delas é quando a mãe está amamentando o bebê. Mas, tem dicas para passar por isso também!

Dicas para evitar dores ao amamentar

  • Escolha uma cadeira que tenha braços e encostos confortáveis;
  • Procure encostar as costas no encosto, de maneira a manter a sua postura ereta;
  • Coloque almofadas na parte inferior da lombar, para ter maior conforto. Você pode também colocar uma almofada ou travesseiro embaixo do bebê para trazê-lo mais próximo de você. Na amamentação, é importante sempre trazer o bebê até o seio e nunca levar o seio até o bebê;
  • Mantenha os seus ombros relaxados. Muita tensão poderá trazer dor em algum momento. A falta de apoio nos braços pode causar sobrecarga nos ombros e no pescoço. Além disso, ao relaxar os ombros, você perceberá que o narizinho do bebê ficará mais livre para respirar enquanto mama.

Dicas para evitar dores quando carregar o bebê

Se você está pensando em usar um canguru, já adiantamos que essa escolha vai piorar suas dores ao invés de melhorar. Para entender melhor, nós temos um conteúdo aqui no blog que explica as diferenças do sling e do canguru e como cada um deles atua tanto na saúde da mãe quanto do bebê.

Em resumo, o sling evita a sensação de cansaço, dor no ombro e dor nas costas. Tudo isso porque o sling permite posicionar o bebê de maneira confortável, além de distribuir o peso do corpo do bebê de forma correta e eficaz, evitando que a coluna fique “torta”, causando dores. Dessa forma, a mãe também fica com as mãos livres para outras atividades.

Colocando essas dicas em prática, temos certeza que as dor nas costas na gravidez e maternidade serão apenas um detalhe diante de tantos momentos emocionantes! 🙂 Se ficaram dúvidas, deixe nos comentários que a gente ajuda você com muito carinho!

Deixe sua dúvida que a gente te ajuda

Your email address will not be published. Required fields are marked *

×